fbpx

Santuário Astorga

Papa doa 18 respiradores e 6 aparelhos de ultrassom ao Brasil para combate ao coronavírus

O Papa Francisco vai doar 18 respiradores e 6 aparelhos de ultrassom portáteis ao Brasil por meio da Esmolaria Apostólica para combater os efeitos da pandemia do coronavírus que continua afetando o país.

Segundo um comunicado da Esmolaria Apostólica, os ventiladores Draeger e as máquinas de ultrassom da marca Fuji foram doados “graças ao generoso compromisso da Associação Hope Onlus que, altamente especializada em projetos humanitários sobre saúde e educação, tem trabalhado para encontrar os equipamentos médicos de alta tecnologia que salvam vidas através de vários doadores; tem trabalhado também no procedimento de transporte e instalação nos diversos hospitais”.

Uma vez transportados para o Brasil, “os dispositivos serão entregues e doados aos hospitais que a Nunciatura Apostólica indicou no território nacional para que este gesto de solidariedade e caridade cristã possa realmente ajudar as pessoas mais pobres e necessitadas”.

Esta doação responde ao apelo do Papa Francisco “à generosidade e solidariedade para com as populações e países que mais sofrem com a emergência epidemiológica da COVID-19”.

Desse modo, em resposta a esse chamado de proximidade e afeto concreto neste momento de dura prova e dificuldade, a Esmolaria Apostólica “tem se mobilizado de diferentes formas e em diferentes frentes para a busca de suprimentos médicos e de equipamentos eletromédicos que possam ser doados a numerosas estruturas de saúde que se encontram em situações de emergência e de pobreza”.

Com mais de 3 milhões de casos confirmados desde o início da pandemia e quase 108 mil mortes, o Brasil é um dos países mais afetados pela COVID-19.

Desde o início da crise de saúde do coronavírus, o Papa Francisco se comprometeu a lutar contra a pandemia doando suprimentos médicos por meio da Esmolaria Apostólica.

Em 26 de março, o Pontífice doou 30 respiradores para serem distribuídos entre os hospitais das áreas mais afetadas pela pandemia na Itália.

Em 26 de junho, quando o centro da pandemia passou da Ásia e Europa para a América, o Santo Padre doou 35 respiradores para diferentes países da América Latina, África, Ásia e Europa Oriental. No continente americano, os respiradores chegaram ao Haiti, Venezuela, Brasil, México, Colômbia, Honduras, Equador, Bolívia e República Dominicana.

fonte: ACI Digital

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *