fbpx

LITURGIA DO EVANGELHO DOMINGO 03/10/2021

27º DO TEMPO COMUM

(verde, glória, creio – 3ª semana do saltério)

Senhor, tudo está em vosso poder, e ninguém pode resistir à vossa vontade. Vós fizestes todas as coisas: o céu, a terra e tudo o que eles contêm; sois o Deus do universo! (Est 1,9ss)

Abençoados e santificados pelo Senhor, reunimo-nos como família que busca tornar consistentes o amor e o diálogo entre homens e mulheres, criados à imagem divina. Esta liturgia convida todos a superar relacionamentos marcados por preconceitos e atitudes de dominação. Iniciando o mês das missões, lembremos que a Igreja é, por natureza, missionária.

Primeira Leitura: Gênesis 2,18-24

 

Leitura do livro do Gênesis – 18O Senhor Deus disse: “Não é bom que o homem esteja só. Vou dar-lhe uma auxiliar semelhante a ele”. 19Então o Senhor Deus formou da terra todos os animais selvagens e todas as aves do céu e trouxe-os a Adão, para ver como os chamaria; todo ser vivo teria o nome que Adão lhe desse. 20E Adão deu nome a todos os animais domésticos, a todas as aves do céu e a todos os animais selvagens; mas Adão não encontrou uma auxiliar semelhante a ele. 21Então o Senhor Deus fez cair um sono profundo sobre Adão. Quando este adormeceu, tirou-lhe uma das costelas e fechou o lugar com carne. 22Depois, da costela tirada de Adão, o Senhor Deus formou a mulher e conduziu-a a Adão. 23E Adão exclamou: “Desta vez, sim, é osso dos meus ossos e carne da minha carne! Ela será chamada ‘mulher’, porque foi tirada do homem”. 24Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe e se unirá à sua mulher, e eles serão uma só carne. – Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial: 127(128)

 

O Senhor te abençoe de Sião cada dia de tua vida.

1. Feliz és tu se temes o Senhor / e trilhas seus caminhos! / Do trabalho de tuas mãos hás de viver, / serás feliz, tudo irá bem! – R.

2. A tua esposa é uma videira bem fecunda / no coração da tua casa; / os teus filhos são rebentos de oliveira / ao redor de tua mesa. – R.

3. Será assim abençoado todo homem / que teme o Senhor. / O Senhor te abençoe de Sião / cada dia de tua vida. –R.

4. Para que vejas prosperar Jerusalém / e os filhos dos teus filhos. / Ó Senhor, que venha a paz a Israel, / que venha a paz ao vosso povo! – R.

Segunda Leitura: Hebreus 2,9-11

 

Leitura da carta aos Hebreus – Irmãos, 9Jesus, a quem Deus fez pouco menor do que os anjos, nós o vemos coroado de glória e honra, por ter sofrido a morte. Sim, pela graça de Deus em favor de todos, ele provou a morte. 10Convinha, de fato, que aquele por quem e para quem todas as coisas existem, e que desejou conduzir muitos filhos à glória, levasse o iniciador da salvação deles à consumação, por meio de sofrimentos. 11Pois tanto Jesus, o santificador, quanto os santificados são descendentes do mesmo ancestral; por essa razão, ele não se envergonha de os chamar irmãos. – Palavra do Senhor.

Evangelho: Marcos 10,2-16 ou 2-12

 

[A forma breve está entre colchetes.]

Aleluia, aleluia, aleluia.

Se amarmos uns aos outros, Deus em nós há de estar; / e o seu amor em nós se aperfeiçoará (1Jo 4,12). – R.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Marcos – [Naquele tempo, 2alguns fariseus se aproximaram de Jesus. Para pô-lo à prova, perguntaram se era permitido ao homem divorciar-se de sua mulher. 3Jesus perguntou: “O que Moisés vos ordenou?” 4Os fariseus responderam: “Moisés permitiu escrever uma certidão de divórcio e despedi-la”. 5Jesus então disse: “Foi por causa da dureza do vosso coração que Moisés vos escreveu esse mandamento. 6No entanto, desde o começo da criação, Deus os fez homem e mulher. 7Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe, e os dois serão uma só carne. 8Assim, já não são dois, mas uma só carne. 9Portanto, o que Deus uniu, o homem não separe!” 10Em casa, os discípulos fizeram, novamente, perguntas sobre o mesmo assunto. 11Jesus respondeu: “Quem se divorciar de sua mulher e casar com outra cometerá adultério contra a primeira. 12E se a mulher se divorciar de seu marido e casar com outro, cometerá adultério”.13Depois disso, traziam crianças para que Jesus as tocasse. Mas os discípulos as repreendiam. 14Vendo isso, Jesus se aborreceu e disse: “Deixai vir a mim as crianças. Não as proibais, porque o Reino de Deus é dos que são como elas. 15Em verdade vos digo, quem não receber o Reino de Deus como uma criança não entrará nele”. 16Ele abraçava as crianças e as abençoava, impondo-lhes as mãos. – Palavra da salvação.

Reflexão:

 

Os fariseus, para “tentar” Jesus, perguntam-lhe se o divórcio é lícito. Jesus responde que o casamento é indissolúvel. Para isso, remete-se ao plano original de Deus a respeito da união do homem com a mulher: “Desde o princípio da criação, Deus os fez homem e mulher. Por isso o homem deixará seu pai e sua mãe, e os dois serão uma só carne. E assim já não serão dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, o homem não separe”. Sabemos, no entanto, que muitos matrimônios, por múltiplas e complexas razões, acabam se desfazendo. O papa Francisco, na Exortação apostólica Amoris Laetitia, n. 128, nos oferece uma intuição que pode se transformar em luz para casais em crise: “Muitas feridas e crises têm a sua origem no momento em que deixamos de nos contemplar”.

Oração
Divino Mestre, recorrendo às Escrituras, resgatas a dignidade da mulher e seu verdadeiro lugar na sociedade. Ela não é propriedade, mas companheira do homem, com quem forma uma comunidade de vida e de amor na família. Bendito és tu, Senhor, porque libertas os oprimidos e marginalizados. Amém.

Fonte:paulus

imagem:radiorainhadapaz

ONDE ENCONTRAR

PRAÇA PADRE JOÃO JANSEN - S/Nº
CEP: 86730-000 - ASTORGA - PARANÁ

HORÁRIO DE ATENDIMENTO DA SECRETARIA

SEGUNDA À SEXTA-FEIRA, DAS 8H ÀS 19H, SÁBADO DAS 8H ÀS 18H.

(44) 3234 - 1350
SANTUÁRIOASTORGA@DIOCESEDEAPUCARANA. COM.BR