fbpx

Santuário Astorga

A doença de Bento XVI está diminuindo, indica Dom Gänswein

O Papa Emérito Bento XVI está melhorando, indicou seu secretário pessoal, Dom Georg Gänswein.

Dom Gänswein, que está atualmente de férias em sua cidade natal na Floresta Negra da Alemanha, disse ao jornal “Südkurier” que “a doença está diminuindo” e que é uma dor “que não deseja nem mesmo para seu pior inimigo”.

Além disso, o arcebispo Gänswein assinalou que “a dor veio depois da morte do irmão” e acrescentou que a doença não é fatal.

Há cerca de uma semana, o jornal “Passauer Neue Press” (PNP) citou o escritor Peter Seewald para dizer que o Papa emérito estava “gravemente doente”.

Diante de tais declarações, a sala de imprensa da Santa Sé indicou, em 3 de agosto, que o estado de Bento XVI “não era particularmente preocupante”.

A nota vaticana citou ao secretário pessoal de Bento XVI que descreveu que “as condições de saúde do Papa emérito não são motivo de especial preocupação” e lembrou que ele é um homem de 93 anos “que está superando a fase mais aguda de uma doença dolorosa, mas não grave”.

É uma erisipela facial, uma infecção bacteriana da pele que causa uma erupção cutânea vermelha e dolorosa. Essa infecção também pode causar febre e dores de cabeça.

Naquele então, PNP também informou que Bento XVI escolheu ser enterrado no antigo túmulo de São João Paulo II, na cripta da Basílica de São Pedro.

Fonte:ACI.digital

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *