fbpx

Santuário Astorga

LITURGIA-07 DE JUNHO DOMINGO

SANTÍSSIMA TRINDADE

(branco, glória, creio, prefácio próprio – ofício da solenidade)

Bendito seja Deus Pai, bendito o Filho unigênito e bendito o Espírito Santo. Deus foi misericordioso para conosco.Primeira Leitura: Êxodo 34,4-6.8-9

Leitura do livro do Êxodo – Naqueles dias, 4Moisés levantou-se, quando ainda era noite, e subiu ao monte Sinai, como o Senhor lhe havia mandado, levando consigo as duas tábuas de pedra. 5O Senhor desceu na nuvem e permaneceu com Moisés, e este invocou o nome do Senhor. 6Enquanto o Senhor passava diante dele, Moisés gritou: “Senhor, Senhor! Deus misericordioso e clemente, paciente, rico em bondade e fiel”. 8Imediatamente, Moisés curvou-se até o chão 9e, prostrado por terra, disse: “Senhor, se é verdade que gozo de teu favor, peço-te, caminha conosco; embora este seja um povo de cabeça dura, perdoa nossas culpas e nossos pecados e acolhe-nos como propriedade tua”. – Palavra do Senhor.Salmo Responsorial: (Dn 3)

A vós louvor, honra e glória eternamente!

1. Sede bendito, Senhor Deus de nossos pais. – R.

2. Sede bendito, nome santo e glorioso. – R.

3. No templo santo onde refulge a vossa glória. – R.

4. E em vosso trono de poder vitorioso. – R.

5. Sede bendito, que sondais as profundezas. – R.

6. E superior aos querubins vos assentais. – R.

7. Sede bendito no celeste firmamento. – R.Segunda Leitura: 2 Coríntios 13,11-13

Leitura da segunda carta de são Paulo aos Coríntios – 11Irmãos, alegrai-vos, trabalhai no vosso aperfeiçoamento, encorajai-vos, cultivai a concórdia, vivei em paz, e o Deus do amor e da paz estará convosco. 12Saudai-vos uns aos outros com o beijo santo. Todos os santos vos saúdam. 13A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo estejam com todos vós. – Palavra do Senhor.Evangelho: João 3,16-18

Aleluia, aleluia, aleluia.

Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito divino, ao Deus que é, que era e que vem, pelos séculos. Amém (Ap 1,8). – R.
Proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo João – 16Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que não morra todo o que nele crer, mas tenha a vida eterna. 17De fato, Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por ele. 18Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, porque não acreditou no nome do Filho unigênito. – Palavra da salvação.Reflexão:

O capítulo 3 do Evangelho de João se inicia com um diálogo entre Jesus e Nicodemos e depois se transforma num monólogo, quando Jesus se revela não apenas a Nicodemos, mas a todos. Nos três versículos do texto de hoje, Jesus revela o motivo de sua vinda ao mundo: o amor de Deus pela humanidade. O Filho de Deus veio para que as pessoas tenham vida plena; a condição exigida é a fé nele, que implica dar-lhe adesão. A acolhida do amor de Deus é um desafio à liberdade humana, que pode escolher acolhê-lo ou rejeitá-lo. Só com pessoas capazes de amar é que se podem construir verdadeiras comunidades seguidoras de Jesus. Deus, no seu Filho, oferece vida plena a toda a humanidade. Esta é convidada a acolher esse dom precioso. Ao celebrarmos a solenidade da Santíssima Trindade, revela-se a nós o amor do Pai por meio de seu Filho e comunicado pelo Espírito Santo. Essa solenidade celebra a “condescendência divina”: Deus Pai, Filho e Espírito descem juntos ao encontro da humanidade.

Oração
Ó Santíssima Trindade, Pai e Filho e Espírito Santo, acolhei nossa filial adoração; volvei para nós o vosso olhar protetor e compassivo; fortalecei entre nós os vínculos da comunhão fraterna. A nossa vida se transforme em autêntico e permanente louvor a vós. Amém.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *