fbpx

Isso é o que deve saber sobre a famosa água de Lourdes

Sabia que da gruta de Massabielle, no Santuário de Lourdes (França), brota água com a qual foram realizados muitos milagres?

O Santuário localizado na França descreveu há alguns anos em seu site tudo o que os peregrinos devem saber sobre essa água, informação que é preciso recordar, sobretudo na festa de Nossa Senhora de Lourdes e 29º Dia Mundial do Doente, neste dia 11 de fevereiro.

 

Tudo começou em 25 de fevereiro de 1858, quando a Virgem Maria disse à Santa Bernadette: “Beba e entre na fonte”, o que, para o santuário, se traduz em “um convite para todos os peregrinos até hoje”.

“A água de Lourdes não deve ser confundida com a água benta. É uma água normal, ligeiramente calcária e comparável a qualquer outra água de fontes próximas”, que não é térmica ou tem uma propriedade específica, mas “é completamente independente do rio Gave de Pau e é conduzida através de alguns canais aos reservatórios para alimentar diferentes torneiras diferentes e piscinas”.

“Aparentemente, o meio mais frequente de cura é com o uso da água da fonte, tanto na aplicação direta como bebendo ou tomando banho com ela. A Igreja Católica especifica que Deus cura através dos elementos naturais e dos sacramentos, com a ajuda da Virgem Maria e da oração dos cristãos”, indica.

Atualmente, existem inúmeros milagres que estão vinculados ao uso da água, depois de ocorridas as aparições da Virgem Maria, desde 1858.

Santa Bernadette Soubirous disse certa vez: “Esta água é considerada como um remédio… mas você tem que manter a fé e rezar: esta água não poderia fazer nada sem fé”.

Fonte:ACI.digital

ONDE ENCONTRAR

PRAÇA PADRE JOÃO JANSEN - S/Nº
CEP: 86730-000 - ASTORGA - PARANÁ

HORÁRIO DE ATENDIMENTO DA SECRETARIA

SEGUNDA À SEXTA-FEIRA, DAS 8H ÀS 19H, SÁBADO DAS 8H ÀS 18H.

(44) 3234 - 1350
SANTUÁRIOASTORGA@DIOCESEDEAPUCARANA. COM.BR