fbpx

Imagens da Virgem e de Santa Teresinha são destruídas em NY

Duas imagens foram destruídas a golpes por uma mulher não identificada em Nova York, nos Estados Unidos. As imagens de Nossa Senhora e de Santa Teresa de Lisieux pertenciam a uma paróquia da diocese do Brooklyn.

Segundo o The Tablet, jornal oficial da diocese, as imagens ficavam na parte de fora da igreja de Nossa Senhora das Mercês, em Forest Hills, Queens, Nova York, para veneração dos fiéis desde 1937, quando a paróquia foi inaugurada.

 

As imagens foram derrubadas no sábado, 17 de julho, às 3h30 da madrugada. A polícia de Nova York identificou como responsável uma mulher aparentemente jovem, de estatura média, com roupas escuras que aparece em imagens de vídeo. O vídeo mostra a mulher arrastando as imagens, de pouco mais de meio metro de altura batendo-as contra o chão até destruí-las.

Este foi o segundo ataque no mês às imagens da paróquia de Nossa Senhora das Mercês. Na quarta-feira, 14 de julho, uma pessoa derrubou as imagens, mas não conseguiu danificá-las. Acredita-se que a responsável por ambos os atos de vandalismo teria sido a mesma pessoa.

“É desolador, mas infelizmente está se tornando cada vez mais comum ultimamente”, disse o padre Frank Schwarz, pároco da igreja Nossa Senhora das Mercês em um comunicado. “Rezo para que esta recente série de ataques contra as igrejas católicas e aos locais de culto termine e para que a tolerância religiosa seja parte da nossa sociedade.” Em sua página do Facebook, a diocese do Brooklyn emitiu nota em que diz: “Continuamos orando para que, diante dos ataques às nossas igrejas, os corações se convertam na fé em Jesus Cristo”.

Segundo a diocese de Brooklyn, 1,5 milhão de católicos moram nos distritos do Brooklyn e do Queens. Desde a fundação da diocese, a maioria dos fiéis é de imigrantes. Hoje predomina comunidade hispânica. Nas 187 paróquias e 213 igrejas da diocese, as missas são celebradas em 33 línguas diferentes. A diocese também conta com 28 apostolados que promovem a conservação das tradições culturais e étnicas dos habitantes, 87 escolas primárias e academias que atendem anualmente a cerca de 30 mil estudantes.

O ato de vandalismo é mais um na série de crimes contra igrejas em Nova York. Em 25 de junho, desconhecidos roubaram uma custódia de uma igreja no Bronx. No dia 28 de maio, uma estátua de Nossa Senhora foi encontrada partida ao meio, no pátio da paróquia de São Adalberto, no Queens, em Nova York.  No mesmo mês, no dia 14 de maio, na paróquia de Santo Atanásio, no Brooklyn, o crucifixo da parte externa da igreja foi encontrado jogado no chão ao lado de uma bandeira americana queimada.

Fonte:ACI.digital

 

ONDE ENCONTRAR

PRAÇA PADRE JOÃO JANSEN - S/Nº
CEP: 86730-000 - ASTORGA - PARANÁ

HORÁRIO DE ATENDIMENTO DA SECRETARIA

SEGUNDA À SEXTA-FEIRA, DAS 8H ÀS 19H, SÁBADO DAS 8H ÀS 18H.

(44) 3234 - 1350
SANTUÁRIOASTORGA@DIOCESEDEAPUCARANA. COM.BR