fbpx

Diminuição de católicos na terra de Nossa Senhora de Guadalupe é preocupante, diz Núncio

A diminuição da população católica nesta terra guadalupana é extremamente preocupante”, disse Dom Franco Coppola, núncio apostólico no México, em sua mensagem à 110ª Assembleia Plenária da Conferência do Episcopado Mexicano (CEM).

“Estamos constatando agora, com maior clareza, quanto -nas últimas décadas- a formação na fé não conseguiu nem consegue, como pensamos ou quisemos, penetrar a fundo os batizados”, lamentou.

A 110ª Assembleia Plenária da CEM está ocorrendo de 12 a 16 de abril deste ano, com 130 bispos mexicanos reunidos por meios eletrônicos devido à pandemia de coronavírus Covid-19.

O núncio apostólico recordou os dados do censo realizado em 2020 pelo Instituto Nacional de Estatística e Geografia (INEGI) e lamentou que, a este ritmo, “a cada 10 anos o número de católicos foi diminuindo, proporcionalmente, em 5%”.

Os cristãos evangélicos, por sua vez, aumentaram 7,5% nos últimos 10 anos. Os mexicanos que se declaram “sem religião” passaram de 4,7% em 2010 para 8,1% em 2020.

Para Dom Coppola, “estes dados são ainda mais explícitos se olharmos para as estatísticas das nossas dioceses”, porque enquanto a população mexicana aumentou cerca de 30%, o número dos batizados, por outro lado, diminuiu, e não pouco, mas em 18%” nos últimos 20 anos.

 

“A diminuição dos matrimônios religiosos parece dramática: em 1998 foram celebrados quase 431 mil, enquanto em 2018, foram 229 mil: ou seja, pouco mais da metade”, acrescentou.

O núncio apostólico lamentou também a diminuição de quase 20% dos seminaristas, e dos religiosos em 60% nas últimas duas décadas.

Nos últimos 20 anos, as ordenações sacerdotais também diminuíram 30%, acrescentou.

“Os efeitos dessa forte diminuição ainda não são vistos no número de membros de nossos presbitérios porque – graças a Deus – nossa expectativa de vida aumentou muito nestes anos. Mas a idade média de nossos padres aumenta cada vez mais”, disse.

Dom Coppola advertiu que “todos esses dados são um alerta para todos nós”.

“Quando estivermos diante d’Ele, o dono da messe nos pedirá contas dos muitos talentos que nos confiou: um povo católico, fiel e devoto de Santa Maria de Guadalupe”, disse.

“Não perdemos uma das cem ovelhas… perdemos um quarto das ovelhas!”, ressaltou.

O núncio lamentou também que atualmente “os jovens não conhecem a alegria do amor nem o projeto que Deus tem para cada um”.

“Nossos jovens ignoram o que é amor, o que é um matrimônio, o que é a família”, disse ele.

Isso ocorre, afirmou, “porque, muitas vezes, não receberam bons exemplos em suas famílias, e também, porque nós, como pastores, não nos encarregamos de sua formação”.

Dom Coppola pediu aos bispos mexicanos que “valorizem com seriedade e eficácia” três instrumentos oferecidos pelo Papa Francisco: a encíclica Fratelli tutti, o Ano de São José e o Ano da Família.

Fonte:ACI.digital

ONDE ENCONTRAR

PRAÇA PADRE JOÃO JANSEN - S/Nº
CEP: 86730-000 - ASTORGA - PARANÁ

HORÁRIO DE ATENDIMENTO DA SECRETARIA

SEGUNDA À SEXTA-FEIRA, DAS 8H ÀS 19H, SÁBADO DAS 8H ÀS 18H.

(44) 3234 - 1350
SANTUÁRIOASTORGA@DIOCESEDEAPUCARANA. COM.BR