fbpx

Bispos do Colorado restabelecem obrigação de participar da missa dominical em Pentecostes

Os bispos católicos do estado do Colorado (Estados Unidos), anunciaram aos fiéis que a partir do próximo mês será restabelecida a obrigação de participar da missa dominical para todos aqueles que não estejam impedidos por uma doença ou razão grave.

Em uma declaração conjunta de 6 de abril, os bispos de Denver, Colorado Springs e Pueblo anunciaram que a obrigação dos católicos de comparecer à missa dominical e aos dias santos será restabelecida em 23 de maio, festa de Pentecostes.

Os bispos exortaram todos os católicos sem riscos de saúde significativos ou outros sérios obstáculos a que participem da santa missa todos os domingos e que aproveitem este Tempo Pascoal para refletir sobre a importância da eucaristia e o que a Igreja ensina sobre isso.

“Como católicos, Deus nos convida a nos reunirmos em comunidade e a participar plenamente na Eucaristia dominical, que é a ‘fonte e o ápice da vida cristã’”, afirmou.

“A obrigação da missa dominical e dos dias de guarda não é algo que Deus nos pede por sua própria necessidade ou necessidade de ser adorado, mas é um presente aos fiéis para o nosso próprio alimento espiritual, felicidade e salvação eterna”, acrescentou.

 

Depois que a pandemia de Covid-19 se espalhou pelos Estados Unidos, todas as dioceses católicas do país suspenderam a celebração das missas com a presença dos fiéis. Vários meses depois, muitas áreas do país retomaram as missas públicas, mas com restrições para evitar a propagação do vírus.

Nos últimos meses, as dioceses católicas do país começaram a restabelecer gradualmente a obrigação de ir à missa dominical.

“Embora durante o último ano a entrada em qualquer espaço público tenha envolvido um certo risco, os protocolos de saúde e segurança implementados nas nossas paróquias revelaram-se extremamente eficazes e não sabemos de nenhum problema de propagação comunitária que tenha ocorrido em uma missa pública”, disseram os bispos.

“Cada paróquia continuará a tomar as precauções de saúde prudentes, mas como o pior da pandemia parece ter ficado para trás e o acesso às vacinas Covid-19 para aqueles que desejam recebê-las aumentou, chegou o momento em que a dispensa geral não é mais necessária”, acrescentaram.

No entanto, os bispos recordaram que a Igreja Católica sempre permitiu que aqueles com “motivos graves” estejam isentos da obrigação de assistir à missa.

Explicaram que estes motivos graves podem incluir doença, a exposição à Covid-19 ou cuidar de alguém que esteja em alto risco de saúde e não possa ingressar em áreas públicas.

Além disso, salientaram que a obrigação não se aplica a alguém que não possa participar da missa devido aos limites contínuos de capacidade estabelecidos para os serviços religiosos durante a pandemia no país”.

“Quem não puder ir à missa, deve continuar santificando o dia com tempo de oração intencional, incluindo o compromisso com as leituras do dia, que pode ser aprimorado assistindo a uma missa pré-gravada ou transmitida ao vivo e fazendo uma comunhão espiritual”, acrescentaram.

Finalmente, os bispos encorajaram os fiéis católicos a rezar pelo fim da pandemia da Covid-19, especialmente por aqueles que sofreram a perda de seus entes queridos. Além disso, fizeram um chamado para rezar por uma fé rejuvenescida no país e no mundo, sobretudo por aqueles que se afastaram da fé durante este tempo de crise.

“Peçamos ao Senhor um espírito renovado em cada um de nós: para que possamos sair desta pandemia mais fortes e com um maior compromisso de compartilhar a Boa Nova e edificar a Igreja de Cristo”, concluíram.

Fonte:ACI.digital

MAPA DO SITE

ONDE ENCONTRAR

PRAÇA PADRE JOÃO JANSEN - S/Nº
CEP: 86730-000 - ASTORGA - PARANÁ

HORÁRIO DE ATENDIMENTO DA SECRETARIA

SEGUNDA À SEXTA-FEIRA, DAS 8H ÀS 19H, SÁBADO DAS 8H ÀS 18H.

(44) 3234 - 1350
SANTUÁRIOASTORGA@DIOCESEDEAPUCARANA. COM.BR