fbpx

Santuário Astorga

Papa Francisco pede para defender as crianças: “São o futuro da família humana”

 No final da Audiência Geral desta quarta-feira, o Papa Francisco realizou um chamado em favor dos meninos e meninas que são explorados no trabalho e recordou que os menores “são o futuro da humanidade”.

O Santo Padre assinalou isso ao recordar que na próxima sexta-feira, 12 de junho, será comemorado o Dia Mundial contra o Trabalho Infantil e, por esse motivo, indicou que é um “fenômeno que priva meninos e meninas de sua infância e põe em risco seu desenvolvimento integral”.

“As crianças são o futuro da família humana: todos temos a tarefa de promover seu crescimento, saúde e serenidade!”, exortou o Santo Padre, que também fez um apelo a todas as instituições para que façam todo o possível para proteger os menores.

“Na atual situação de emergência sanitária, em vários países, muitas crianças e adolescentes são obrigados a trabalhar em empregos inadequados à sua idade para ajudar suas famílias em condições de extrema pobreza. Em muitos casos, essas são formas de escravidão e reclusão, resultando em sofrimentos físico e psicológico”, alertou o Santo Padre, que acrescentou: “Todos somos responsáveis ​​por isso!”.

Nesse sentido, o Papa Francisco fez, em 10 de junho, um novo apelo a todas as instituições “para que façam todos os esforços para proteger os menores, preenchendo as lacunas econômicas e sociais que estão na base da dinâmica distorcida em que eles infelizmente estão envolvidos”.

Orações pelas vítimas do tráfico

Recentemente, em 8 de fevereiro passado, o Santo Padre pediu para rezar pelas vítimas do tráfico em geral, sem especificar se são menores, mulheres ou homens ou pessoas vulneráveis. Nesta ocasião, o Papa indicou em sua conta oficial no Twitter @Pontifex que “somente juntos podemos derrotar esse flagelo e proteger as vítimas” porque “a oração é a força que sustenta nosso compromisso” contra o tráfico.