Santuário Astorga

Notícias do Santuário

cerco

Cerco de Jericó e seu surgimento

Posted on

O que é o Cerco?

O Cerco de Jericó é basicamente uma semana incessante onde por 24 horas por dia se tem uma batalha espiritual, com intensificação da oração pessoal e comunitária, missa diária, adoração ao Santíssimo, confissão, jejum, pregação da Palavra de Deus e o Terço de Nossa Senhora.

A parte Histórica de Jericó

Jericó é uma das mais antigas cidades continuamente habitadas do mundo, com evidência de assentamentos datados de antes de 9000 a.C, provendo informações importantes sobre antigas habitações humanas no Oriente Próximo.

fotos-terra-santa-104

Cidade de Jericó Hoje

O primeiro assentamento permanente foi construído próximo o Ein as-Sultan, entre 8000 e 7000 a.C.por um povo desconhecido, e consistiu de um certo número de muros, um santuário e uma torre de sete metros de altura com uma escadaria interna. Após alguns séculos, foi abandonado para um segundo assentamento, estabelecido em 6800 a.C, talvez pela invasão de um povo que absorveu os habitantes originais para dentro de sua cultura dominante.

Evidências arqueológicas indicam que na metade final do Bronze Médio (c.e 1700 a.C), a cidade desfrutou alguma prosperidade, seus muros tinham sido reforçados e expandidos. A cidade canaanita (Jericho City IV) foi destruída c.e 1550 a.C, e o sítio remanescente ficou desabitado até que a cidade fosse refundada no século IX a.C. No século VIII a.C, os assírios invadiram pelo norte, seguidos pelos babilônios, e Jericó ficou despovoada entre 586 e 538 a.C, o período do exílio babilônico. Ciro o Grande, rei persa, refundou a cidade, a um quilômetro e meio, a sudeste do seu sítio histórico, o monte do Tell es-Sultan, e retornando os judeus exilados após a conquista da Babilônia em 539 a.C.

Remanecentes do palácio de Herodes.
matheusjunho

Cidade de Jericó

Jericó foi desde o início um centro administrativo sob domínio persa, serviu como um estado particular Alexandre o Grande cerca de 336 a 323 a.C. após a conquista da região. Em meados do século II a.C., Jericó ficou sob domínio helenista, o general sírio Báquides construiu alguns fortes para fortalecer as defesas da área ao redor de Jericó contra a invasão dos macabeus (1 Mac 9:50). Um dos seus fortes, construído na entrada do Wadi Qelt, foi posteriormente refortificado por Herodes, o Grande, que o nomeou de Kypros, em homenagem a sua mãe.

Heródes inicialmente arrendou Jericó de Cleópatra depois de Marco Antônio tê-la dado a ela como um presente. Após seu suicídio coletivo em 30 a.C,Otaviano assumiu o controle do império romano e deixou Heródes reinando sobre Jericó. Heródes supervisionou a construção do hipódromo-teatro (Tel es-Samrat) para divertir seus convidados e novos aquedutos para irrigação da área abaixo dos precipícios e próximo do seu palácio de inverno construído no sítio de Tulul al-Alaiq. Herodes foi sucedido pelo seu filho, Arquelau, o qual construiu uma vila adjacente a Jericó em seu nome, Archelais, casa de operários da sua plantação (Khirbet al-Beiyudat). No século I Jericó é descrita na Geografia de Estrabão:

Jesus em Jericó.

Gerico0881gr

Ruínas de Jericó

A Bíblia declara que Jesus passou por Jericó, curou dois cegos e a conversão de um coletor de impostos local de nome Zaqueu. Após a queda de Jerusalém pelo exército de Vespasianoem 70 d.C., Jericó declinou rapidamente, e pelo ano 100 d.C. a cidade foi uma pequena guarnição romana. Pouco tempo depois disso, construíram sobre a área da cidade que foi abandonada, e uma Jericó bizantina, Ericha, foi construída a um quilômetro e meio à leste, ao redor da qual a cidade moderna está centrada. O cristianismo chegou na cidade durante a era bizantina e a área foi grandemente populosa. Um número de monastérios e igrejas foram construídos, incluindo São Jorge de Koziba em 340 d.C. e uma cúpula de igreja foi dedicada para Eliseu. Umas duas sinagogas foram construídas no século VI. Os monastérios foram abandonados após a invasão persa de 614.

jerico3

Derrubada da muralha de Jericó

Por que “Cerco de Jericó”?
Um fato do Antigo Testamento nos mostra a conquista da cidade de Jericó pelos judeus, liderados por Josué (Js 6,1ss). Josué foi formado por Moisés, desde sua juventude, para substituí-lo. A Bíblia nos mostra que a mesma força que estava com Moisés, esteve também neste jovem, que ao assumir o encargo de dar continuidade na tomada de posse da terra prometida, recebeu a autoridade espiritual e o governo sobre as tribos de Israel.

Jericó era uma cidade fortificada e inacessível, com imensas muralhas ao redor. Na conquista de Jericó, encontramos o exército de Israel desanimado diante da imensa dificuldade de tomar aquela cidade. O desânimo já havia tomado conta de muitos que duvidavam da promessa de Deus. Esta promessa dizia que não seria pela força humana que aquela cidade seria conquistada, mas Deus mesmo é quem agiria.

O plano da vitória foi revelado por Deus, de um modo concreto e detalhado. Durante seis dias o povo deveria dar uma volta em torno da cidade. No sétimo dia, sete voltas. Josué e todo Israel executaram fielmente as ordens recebidas. Durante a sétima volta, ao som da trombeta, todo o povo levantou um grande clamor e, pelo poder de Deus, as muralhas de Jericó caíram.

A exemplo de Josué, diante das muralhas de Jericó, devemos cercar nossos inimigos com orações e louvores e esperar que Deus mesmo haja em nosso favor. Para isto, precisamos ser perseverantes e persistentes até o fim.

O Objetivo do Cerco

Derrubar as muralhas pela força da oração. Precisamos tomar consciência de que o Espírito Santo pela força da oração é capaz de derrubar, destruir e aniquilar as forças malignas. O terço de Nossa Senhora e o silêncio fecundo em frente ao Senhor Eucarístico, vão semeando a terra de nossa alma e também quebrando os alicerces das muralhas. Acreditamos que muitas curas e libertações acontecerão: portas que estavam fechadas se abrirão, crises conjugais e econômicas, doenças, e tantos outros problemas serão solucionados. Mas, o mais importante será o poder de Deus derramando o Espírito Santo sobre o povo, o Evangelho crescendo, sendo anunciado, sendo acolhido e transformando vidas.

Final do Cerco de Jericó

Final do Cerco de Jericó

 

Dicas de como fazer o Cerco.

Estabeleça uma relação com suas intenções particulares e as intenções do grupo;

Faça uma boa confissão em preparação;

(*Colocar intenções do grupo e pessoais!)

Rezar a Oração do Espírito Santo, pedir a inspiração de Deus e a presença do Divino Espírito Santo para purificar suas intenções e mostrar as verdadeiras muralhas a serem derrubadas;

Estabeleçamos os 7 dias e o horário de oração: à noite ou horário melhor para cada um rezar;
Inicie cada dia com o sinal da cruz, se tiver água benta, faça uma aspersão no local e persigne-se (com água benta na ponta dos dedos e faça o sinal da cruz na fronte, lábios e coração, se não tiver, use um sacramental abençoado para traçar o Sinal da Cruz tocando-o na fronte, lábios e coração) recite o: “Pelo sinal da Santa Cruz, livra-nos Deus nosso Senhor de todos os nossos inimigos”;

Realize, de preferência, diante do Santíssimo Sacramento esta oração. Em caso de impossibilidade, faça diante da cruz;

Em seguida, durante os seis primeiros dias, inicie o Cerco rezando o Santo Terço e as demais orações, iniciando pela oração do Credo seguido das demais orações constantes na seqüência, até a passagem de Josué, capítulo 6. Nos locais indicados, coloque as intenções e situações específicas;

Ao terminar, sempre faça alguns momentos de louvor e agradecimento; leia e reflita um texto da Sagrada Escritura.

No sétimo dia, as orações serão rezadas novamente, mas o capitulo 6 de Josué deverá ser rezado sete vezes;

Inicio das Orações

Orações na Biblia Ave Maria

1)      Ore: Efésios 6, 10 -20  – página 1502

2)      Ore: II Cor 10, 3-7 – Página 1488

3)      Ore: Salmo 90 – Página 730

4)   Ore : Lucas 1,46 -56 página 1346

Oração

Ó Pai Celestial, em nome de seu Filho Nosso Senhor Jesus Cristo, peço-lhe que o poder que deste para Josué e seus companheiros nas muralhas de Jericó, seja dado a mim e aos que fizerem esta oração. Peço-lhe,  Senhor Jesus,  quebre as muralhas de pragas, por boca ou contaminação, em relação aos nossos antepassados e nos dias de hoje. Jesus quebre todas as muralhas de maldições vindas de nossos antepassados e nos dias de hoje. Jesus quebre todas as muralhas do egoísmo, do ciúme, dos vícios, das origens que forem. Jesus quebre as muralhas das brigas, contendas, dissoluções de casamento, de famílias.(grupos de oração e ministérios), e de todos os tipos de desunião. Jesus quebre as muralhas de dificuldades financeiras, falta de emprego, dificuldades nos negócios, dificuldades no trabalho, falta de dinheiro e outras dificuldades quais forem. Jesus quebre as muralhas das doenças sejam elas quais forem, principalmente o câncer, a leucemia, a depressão, a aids, dependência do álcool, drogas, prostituição, homossexualismo e lesbianismo. Jesus quebre todas as muralhas dos maus pensamentos, iluminações, astúcia de satanás de todas as origens em nossa mente. Jesus quebre toda a ação de satanás em nossa vida espiritual e faça com que sejamos totalmente renovados pelo teu sangue derramado na Cruz. Jesus quebre todo o ocultismo em nosso passado e agora, seja ele magia, sortilégio, dependência, pacto, entrega com entidade, sejam da origem que forem. Jesus quebre todas as muralhas que impedem a obra de Deus em nossas vidas. Senhor entregamos nossas vidas a Ti, para que haja um novo Pentecostes em nós e acreditamos em Tua vitória que também é nossa. Amém.

5)      Reze: Salmo 67 página 706

Oração

Seja quebrado, destruído, arrasado, todo poder de satanás e seus anjos rebeldes sobre essas pessoas e/ou pedidos (proclama com fé cada um dos pedidos todos os 7 dias).

Que seja destruído, exterminado, neutralizado o poder do príncipe das trevas, que vem perseguindo, prejudicando, escravizando, dominando essas pessoas, desejando a sua ruína espiritual, material, semeando ódio, orgulho, discórdia, inveja, ciúmes e mágoas. Seja destruído, exterminado, neutralizado todo o espírito de desunião nos lares dessas pessoas, que vem provocando discórdia, ódio, mágoa, desentendimento, orgulho, fofocas, julgamento. Seja também queimado, destruído, desmanchado todo e qualquer trabalho, despacho escrito, feito contra essas pessoas. Seja também queimado e destruído todo seu conhecimento anterior e atual com espiritismo, ocultismo, quimbanda, umbanda, mesa branca, rosa cruz, mensana, seicho-noi-ê, maçonaria, superstições. Seja também queimado, exterminado, destruído, eliminado todas as moléstias, dores no corpo e mentais, físicas e espirituais, opressão, perseguição diabólica sobre nós e nossas famílias. Seja destruído, aniquilado, queimado, neutralizado todo o poder do príncipe do mundo sobre nós, que vem provocando discórdia, opressão, tristeza, depressão, angústia, solidão, pavor, desânimo,pânico, taras, esquizofrenia, inveja, ódio, rebeldia, egoísmo, desentendimento agora e para sempre.

6)      Reze: Josué 6 – página 257. No último dia rezar normalmente todas as orações, somente Josué 6 será rezado 7 vezes ou passar 7 vezes o Santíssimo e depois queimar os pedidos.

7)      Ler Atos 4,23 -31 – Página 1417

 

O Cerco este ano

Este ano o Cerco de Jericó começa no Santuário de Nossa Senhora no dia 22 de Novembro e vai até o dia 29 de Novembro. Participe, e derrube com a sua fé as muralhas da sua vida.

 

 

 

fontes: gonossasenhoradaluz.com.br  /  pt.wikipedia.org  /  webradiodeusestanoar.com.br

padre_victor_foto_original

Padre Victor será beatificado

Posted on

No próximo sábado, dia 14 de novembro em Três Pontas (MG), o Beato Padre Victor, sacerdote diocesano que viveu entre 1827 e 1905. O representante do Santo Padre será o Cardeal Angelo Amato, Prefeito da Congregação das Causas dos Santos.Pe._Vitor

O Arcebispo de Aparecida, Cardeal Raymundo Damasceno Assis, fala do novo beato brasileiro:

Beato Padre Vitor

Francisco de Paula Victor nasceu na cidade da Campanha (MG), no dia 12 de abril de 1827, e foi batizado em 20 de abril do mesmo ano pelo padre Antônio Manoel Teixeira. Era filho da escrava Lourença Maria de Jesus. O Santo bispo Dom Antônio Ferreira Viçoso, bispo de Mariana (MG), na época em que o estado de Minas todos era servido pela Igreja Mãe de Mariana, visitou a cidade da Campanha em 1848. Victor, então alfaiate, procurou Dom Viçoso e disse que tinha o desejo de ser padre. Com isso, ele entrou para o seminário de Mariana, em que foi aceito em 05 de junho de 1849.

Mudou-se para Três Pontas em 14 de junho de 1852, como vigário encomendado e paroquiou na cidade por 53 anos. Era conhecido por sempre visitar doentes, amparar os inválidos e atender a população em suas necessidades. Além disso, fundou a escola “Sagrada Família”.

Victor faleceu no dia 23 de setembro de 1905. A notícia abalou a cidade e toda a região, que já o venerava. Após sua morte, ele ficou insepulto por três dias e o corpo do padre exalava perfume, segundo relatam. Ele foi enterrado na Igreja Matriz de Nossa Senhora D’Ajuda, que também foi construída por Padre Victor. Desde então, muitas pessoas declaram que o religioso intercedeu para que alcançassem seus pedidos e graças.

O memorial do Padre Victor, em Três Pontas, chega a receber até 10 mil visitas durante os dias de novena do religioso, comemorado, anualmente, em 23 de setembro. No local, é possível encontrar vestes litúrgicas usadas pelo padre, objetos de devoção ou utilizados no oficio de sacerdócio pelo religioso, além de uma imagem de Padre Victor.

A Santa Sé Apostólica marcou a data da festa de beatificação de Padre Victor, em Três Pontas (MG). Segundo o nosso amado irmão, o venerável Bispo da diocese da Campanha (MG), Dom Diamantino Prata de Carvalho, OFM, a beatificação acontecerá no dia 14 de novembro, às 16hs, no Campo de Aviação da cidade de Três Pontas.

A Santa Sé Apostólica reconheceu em julho deste ano um milagre atribuído à intercessão do Venerável sacerdote diocesano. O pedido foi feito pela professora Maria Isabel de Figueiredo, que não podia engravidar. Foram dois anos de tratamentos e muitas desilusões, até que ela pediu ajuda a Padre Victor durante uma novena em 2009. Um ano depois, a professora conseguiu engravidar de uma menina, contrariando todas as previsões médicas.

Nhá Chica e Padre Victor representam, sem sombra de dúvida, um tributo a todos os afrodescentes que vivendo as dificuldades próprias do tempo da escravidão demonstraram com a força invencível da fé que Deus quebra todos os grilhões. Nhá Chica, a leiga forte que evangelizou. Padre Victor, o negro sacerdote, que edificou quebrando o preconceito pela sua cor e pela sua condição. Deus destrona os grandes e eleva os humildes.

Agora a centenária e amada Diocese da Campanha doa à Igreja no Brasil dois santos que falam a linguagem do povo. Para o clero, Padre Victor é a luz maravilhosa que nos chama a humildade, ao desprendimento e ao gastar a sua vida por todos os homens e mulheres de boa vontade. Pobre no meio dos pobres, sempre em favor das periferias existenciais.pe_victor_2

Padre Victor fundou escolas, edificou hospitais e santificou pela coerência de vida. Não tinha vergonha de sua cor e edificou porque fez de sua pobreza material a riqueza do seu caráter e da sua santidade. Padre Victor entendeu a mentalidade agrícola e rural de seu tempo. Valorizou os trabalhadores rurais e os proprietários, pregando a harmonia e a justiça social.

Com a celebração, Padre Victor será o segundo beato do Sul de Minas. Em maio de 2013, Francisca de Paula de Jesus, a Nhá Chica, foi beatificada em Baependi (MG), onde passou a vida. Que o exemplo de vida destes dois santos campanhenses nos ajudem a viver a santidade!

Cardeal Raymundo Damasceno Assis

Arcebispo Metropolitano de Aparecida, SP.

 

 

 

fonte/texto: noticiascatolicas.com.br  noticia: Canção Nova e Rádio Vaticano

1444377811_634974_1444383839_noticia_fotograma

Papa Francisco recebe vencedores do Nobel da Paz de 2015

Posted on

O Quarteto do Diálogo Nacional Tunisiano ganahdores do prêmio Nobel da Paz de 2015 foram recebidos pelo Papa Francisco nesta última semana.

“artífices de paz e o trabalho de vocês é feito com as mãos e com o coração”, essas foram algumas das palavras que o Papa Francisco dirigiu ao Quarteto para o Diálogo na Tunísia, vencedor do Prêmio Nobel da Paz de 2015. Francisco se congratulou com Mohamed Fadhel Mahfoudh, Abdessatar Ben Moussa, Wided Bouchamaoui e Houcine Abbassi e manteve com eles um colóquio de cerca 15 minutos. Por sua vez, os membros do Quarteto da Tunísia agradeceram ao Pontífice por ter-lhes recebido, enfatizando a importância do trabalho realizado pelo Santo Padre, “verdadeiro homem de paz”, para que ela possa se estabelecer em todos os lugares.

No momento da troca de presentes, Francisco deu ao Quarteto a medalha de seu Pontificado e um exemplar da Encíclica “Laudato si” em francês, recebendo por sua vez, um volume de história forense e um quadro com a imagem de Mahatma Gandhi, também grande figura da paz mundial.

O Quarteto, as quatro organizações da sociedade civil que buscaram uma saída consensual para a aguda crise política que a Tunísia vivia em 2013 e que ameaçava destruir o processo de transição iniciado depois da Primavera Árabe, em 2011. O Quarteto é formado pela central sindical UGTT (União Geral dos Trabalhadores Tunisianos), pela entidade patronal UTICA (União Tunisiana da Indústria, Comércio e Artesanato), pela Liga Tunisiana dos Direitos Humanos e pela Ordem dos Advogados. O comitê do Nobel justificou sua decisão citando a “contribuição decisiva [do Quarteto] à construção de uma democracia pluralista”.

 

fonte/texto: noticiascatolicas.com.br

papa-francisco-biblia

As reformas vão continuar

Posted on

Papa Francisco disse na Praça São Pedro aos fiéis que as reformas vão continuar, fazendo referência às notícias dos dias passados que turbaram muitos dos fiéis a propósito de documentos reservados da Santa Sé que foram subtraídos e publicados.

“Por isso, gostaria de lhes dizer, antes de tudo, que roubar esses documentos é um crime. É um ato deplorável que não ajuda. Eu mesmo tinha pedido para fazer esse estudo, e esses documentos eu e os meus colaboradores já os conhecíamos bem, e foram tomadas as medidas que começaram a dar frutos, até mesmo alguns visíveis”.

“Por isso, quero lhes assegurar que este triste fato não me distrai certamente do trabalho de reforma que estamos realizando com os meus colaboradores e com o apoio de todos vocês. Sim, com o apoio de toda a Igreja, porque a Igreja se renova através da oração e da santidade de todo batizado”.

“Portanto, agradeço a vocês e peço que continuem a rezar pelo Papa e pela Igreja, sem se deixarem turbar, mas indo para a frente com confiança e esperança”.

 

 

fonte/texto: noticiascatolicas.com.br

1214

O Papa pede a união de todas as religiões no combate à corrupção.

Posted on

Nesta quarta feira do dia 28 de outubro na Praça de São Pedro, o papa Francisco fez um discurso pedindo a união da sociedade contra a corrupção e as mazelas que resultam dessa prática, como a fome, a miséria, a crise ambiental, a violência e as guerras.

Francisco citou que a Nostra Aetate possibilitou uma mudança de relações com o judaísmo, tornando a antiga troca de acusações em uma convivência respeitosa, harmoniosa e frutífera.

“Indiferença e oposição tornaram-se colaboração e benevolência. De inimigos e estranhos, nos tornamos amigos e irmãos. O Concílio traçou o caminho: ‘sim’ ao redescobrimento das raízes hebraicas do Cristianismo; ‘não’ a toda forma de antissemitismo e condenação de toda de toda injúria, discriminação e perseguição que derivam”, pontuou Francisco.

Nesse contexto, o papa lembrou que com o aperfeiçoamento das relações entre as religiões, é possível trabalhar em conjunto para combater males que afetam a todos, independentemente de crenças.

“O mundo olha para os fiéis pedindo respostas efetivas a inúmeros temas como a paz, a fome, a miséria, a crise ambiental, a violência e a corrupção”, disse Francisco.

Sobre o islamismo, Francisco sugeriu um diálogo “aberto e respeitoso”, que implica discussões sobre os atos de terror praticados por extremistas: “Por causa da violência e do terrorismo, se difundiu uma atitude de suspeita ou até mesmo de condenação das religiões. Não obstante nenhuma religião esteja imune ao risco do fundamentalismo e do extremismo”, observou. Segundo informações da revista Exame, ao final da audiência, Francisco pediu aos presentes uma prece silenciosa, “conforme sua própria tradição religiosa” e aos representantes de outras tradições cristãs, pediu orações para que sejamos “mais irmãos” e mais dispostos a servir “aos mais necessitados”.

fontes/texto: noticias.gospelmais.com.br

Liturgia – 9 de Novembro

Posted on

 Dedicação à Basílica do Laterano em Roma

Evangelho (Jn 2,13-22): Estava próxima a Páscoa dos judeus; Jesus, então, subiu a Jerusalém. No templo, encontrou os que vendiam bois, ovelhas e pombas, e os cambistas nas suas bancas. Então fez um chicote com cordas e a todos expulsou do templo, juntamente com os bois e as ovelhas; jogou no chão o dinheiro dos cambistas e derrubou suas bancas, e aos vendedores de pombas disse: «Tirai daqui essas coisas. Não façais da casa de meu Pai um mercado!» Os discípulos se recordaram do que está na Escritura: «O zelo por tua casa me há de devorar».

Então os judeus perguntaram a Jesus: «Que sinal nos mostras para agires assim?» Jesus respondeu: «Destruí este templo, e em três dias eu o reerguerei». Os judeus, então, disseram: «Trabalharam durante quarenta e seis anos erguer este templo, e tu serias capaz de erguê-lo em três dias?» Ora, ele falava isso a respeito do templo que é seu corpo. Depois que Jesus fora reerguido dos mortos, os discípulos se recordaram de que ele tinha dito isso, e creram na Escritura e na palavra que Jesus falou.

– Destruí este templo, e em três dias eu o reerguerei.

 

 

fonte/texto: evangeli.net

são teodoro

09 de Novembro – São Teodoro

Posted on

Com São Jorge e São Demétrio, São Teodoro é um dos “três grandes soldados mártires”, para os Orientais

O santo de hoje, São Teodoro, foi um soldado que acabou sendo decapitado na Província do Ponto por confessar a fé cristã. Era já venerado no século IV. Achaita (Tchorum, Turquia), onde se encontra o seu túmulo, atraiu durante muito tempo os peregrinos. A lenda depressa lhe embelezou a memória, atribuindo-lhe toda a espécie de aventuras, em particular, como a São Jorge, ter matado um dragão.

Com São Jorge e São Demétrio, é um dos “três grandes soldados mártires”, para os Orientais.

São Teodoro, rogai por nós!

 

 

 

fontes: cancaonova.com

slider02

Santuário Astorga de site novo

Posted on

Boa tarde.

Este é nosso novo site. Neste importante canal de comunicação com a comunidade traremos muitas novidades, conteúdo e interatividade.

No INÍCIO  temos os destaques, chamadas para nossas principais atividades, agendas e as últimas notícias. Tudo de forma bem simples e interativa.

Nosso site também foi desenvolvido para a versão mobile, sendo possível seu acesso do celular em qualquer lugar que esteja, assim você fica sempre informado dos acontecimentos e novidades de nossa Paróquia.

Agradecemos a todos pelo empenho e aproveitem ao máximo este nosso novo canal.

Slider_astorga1

Novo site do Santuário Astorga

Posted on

Boa tarde.

Este é nosso novo site. Neste importante canal de comunicação com a comunidade traremos muitas novidades, conteúdo e interatividade.

No INÍCIO  temos os destaques, chamadas para nossas principais atividades, agendas e as últimas notícias. Tudo de forma bem simples e interativa.

Nosso site também foi desenvolvido para a versão mobile, sendo possível seu acesso do celular em qualquer lugar que esteja, assim você fica sempre informado dos acontecimentos e novidades de nossa Paróquia.

Agradecemos a todos pelo empenho e aproveitem ao máximo este nosso novo canal.